Finanças

Mineradora canadense atuante em Aurizona-MA estima extrair quatro toneladas de ouro no estado em sete anos
Responsável pela exploração da Mina de Ouro Aurizona, no município de Godofredo Viana-MA, a Equinox Gold estima uma extração de quatro toneladas do metal nos próximos sete anos, com a implantação de um moderno sistema mecanizado no qual estão sendo investidos R$ 660 milhões. A estimativa é do seu presidente, Christian Milau, que calcula a geração de mais de mil oportunidades de trabalho no estado. “Começamos a operar e extrair ouro algumas semanas atrás e teremos uma inauguração oficial em Setembro. Estamos muito felizes de retomar as operações no Maranhão e investir no estado”, disse Milau, numa audiência ocorrida nesta sexta-feira (05) com o governador Flávio Dino. “Nós temos que ser parceiros do Governo do Maranhão e também das comunidades locais. É um investimento de longo prazo e esperamos trabalhar juntos por muitas décadas”, afirmou Milau. Além de Godofredo Viana, a empresa possui direitos de mineração nos municípios de Cândido Mendes, Luís Domingues e Carutapera. A previsão é que mantenha investimentos no Maranhão pelos próximos 20 anos. Com a reconstrução da mina Aurizona, a empresa conta com 750 mil toneladas de minério prontas para serem processadas. As melhorias nas subestações para suportar o aumento da demanda de energia estão completos e aguardam a aprovação final da concessionária estadual de energia. Para o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, essa é mais uma demonstração do ambiente propício para geração de negócios no Maranhão. “Mais uma vez o governador tem nos orientado e tem feito de tudo para colocar um bom ambiente empresarial no estado. Essa empresa canadense já investiu bastante em nosso estado. Nós vamos ter agora uma segurança pelas próximas décadas de promoção de emprego e renda para os maranhenses”, garantiu o secretário.

Mais em Finanças


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!